top of page

A solução é sair correndo.


Suponhamos que você esteja sedentário, não faça atividade física há anos e, de repente, resolva começar a correr.

Antes de tudo, tenha em mente que essa ação corrente após sua decisão ter sido integralmente assumida.

Com isso quero dizer que, se o seu início for estimulado apenas por impulso momentâneo, ou por mero modismo, pouco tempo depois você acabará desistindo.

A prática só vai ganhar corpo quando a decisão estiver madura, interiorizada. Então pode até acontecer um imprevisto que o obrigue a uma interrupção, isso não fará você desistir. E, uma vez tomado o gosto pela corrida, tudo o mas virá naturalmente.

Lembre-se também de que é preciso ter paciência e perseverança, pois os resultados não são imediatos. Para alcançar o prazer de correr é necessário dar tempo ao organismo.

Costuma acontecer com gente entusiasmada, mas impaciente, danar a correr de qualquer jeito e logo encontrar a porta da decepção. Aí sobra desânimo, chateação, tudo porque faltou entender o espirito da coisa.

O início pode ser mesmo atribulado, é normal que seja. Você esta cheio de ferrugem há anos e quer resultados imediatos? Não cerca de um mês ou mais, dependendo do estado físico (e mental) de cada um.

Vale a pena ter paciência e perseverança, pois a sensação que vem depois é muito gostosa.

Você vai se descobrindo aos poucos, percebendo cada avanço, cada melhoria, até se revelar um novo ser mais disposto, mais sadio, mais alegre. E aí não vai mais querer parar.

"A corrida pode não trazer mais anos à sua vida, mais certamente vai acrescentar mais vida aos seus anos"

Então já que você tá animado com a correria, que tal marcar uma consulta com um nutricionista ?

18 visualizações0 comentário
bottom of page