top of page

Você consome leite e derivados? Humm...


Sabia que o leite e os derivados lácteos são componentes da dieta por mais de 6 bilhões de pessoas em todo o mundo ?

O costume e o gosto pelo consumo destes alimentos não são de hoje, já que eles vêm sendo utilizados na alimentação há milhares de anos, por diversos povos, ao longo da história da humanidade.

Uma simples análise das motivações que nos levam a consumir os lácteos nos remete primeiramente para as propriedades sensoriais destes alimentos, em que características únicas de sabor, cor, textura e aroma harmoniosamente balanceadas, nos convidam a apreciá-los, seja bebendo um saboroso copo de leite, comendo um pão francês quentinho, saído do forno, acrescido de uma cremosa manteiga, ou degustando, por exemplo, um delicioso queijo “Canastra”, acompanhado de uma xícara de café com leite, ou ainda, deliciando-se com uma apetitosa muçarela derretida e tostada na chapa de uma churrasqueira.

Deu água na boca, não é?

É, só que hoje em dia existe uma vertente de profissionais que chamo de "Proibitudus", são os criadores de tendências, porém são opiniões de certas acontecimentos que não se replicam na população saudável.

E o pior de tudo é que os "Proibitudus" as vezes utilizam de artigos acadêmicos ou estudos científicos para ratificar seus argumentos.

Mas devemos ter cuidado pois a maioria dos estudos que os "Proibitudus" utilizam demostram a relação de certos acontecimentos em uma certa média de repetição e não que ele irá acontecer novamente diferentes momentos e para todos.

Por exemplo, é fato que grande parte da população brasileira tem certa intolerância à lactose. Porém é comprovado que mesmo quem não produz a lactase quantidades adequadas tolera um copo de leite integral de 200 ml.

Ou seja, a exclusão total do consumo de leite e seus derivados indiscriminadamente para qualquer pessoa é um equívoco.

Pois além das deliciosas opções o leite e seus derivados trazem consigo substâncias absolutamente indispensáveis para o desenvolvimento esquelético, muscular e neurológico e, portanto, para manutenção e promoção da saúde humana .

Então meu caro, se realmente acredita ser uma opção excluir o leite e seus derivados da dieta, que tal antes fazer exames para averiguar se essa escolha é ideal?

Fernando Rocker Nutricionista CRN 46861/P

Consultas 3150-4046 Www.fernandorocker.com Www.nutricionistafernando.com.br

Para o artigo não ficar muito extenso vou dividir em uma série de posts com 11 motivos que são usados como verdades absolutas para EXCLUIR totalmente o leite.

Até lá

São os seguintes :

1) Nenhum outro animal na terra bebe leite após o desmame, muito menos de outra espécie; Bom esse número 1 é algo apenas de correlação que não comprova nada

2) O consumo de leite nos primeiros anos de vida aumenta as chances de desenvolvimento de Diabetes do tipo 1;

3) Laticínios aumentam muito a liberação de insulina (hormônio que leva glicose pra dentro da célula) pelo pâncreas, o que pode causar resistência à insulina, que pode levar à diabetes, hipertensão, obesidade abdominal, síndrome do ovário policístico, câncer de mama, acne, entre outros problemas;

4) Estudos associam o consumo de leite com o surgimento de câncer de ovários, testículos e próstata, Doença de Parkinson e Doença das Artérias Coronárias;

5) O consumo de leite piora os sintomas da Artrite Reumatóide;

6) Existe uma correlação muito forte entre o consumo de leite e a prevalência de Esclerose Múltipla;

7) Ao contrário do senso comum, o consumo de leite, ao invés de prevenir, pode ocasionar a osteoporose, pois pode levar à deficiência de magnésio, além de acidificar o sangue, fazendo com que o corpo retire cálcio do osso, aumentando a perda;

8) O leite neutraliza o meio ácido intestinal, necessário para a absorção de vitaminas e minerais, além de favorecer a fermentação de microrganismos patogênicos;

9) O consumo de laticínios leva a um aumento de substâncias inflamatórias e de pequenas calcificações;

10) O leite é um alimento congestionante e leva ao aumento da produção de muco no organismo;

11) As vacas leiteiras são mantidas constantemente grávidas, por isso o leite tem quantidades muito grandes de estrógeno e progesterona, podendo levar, por exemplo, à puberdade precoce. Não só os intolerantes e alérgicos têm motivos para ficar longe do leite de vaca. Todas as pessoas deveriam tomar cuidado com o consumo excessivo de lácteos devido a inúmeros fatores que a mídia e os grandes produtores de laticínios não divulgam.

Esses são os argumentos utilizados por alguns blogs na internet

O que você acha disso ? Comente !


32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page